13 de set de 2014

[Falando em]: Como eu era antes de você — de Jojo Moyes

Eu conheci este livro através das redes sociais, e logo de cara me encantei com sua capa e sinopse. Tempos depois, minha amiga Juny me presenteou com essa lindeza. P.S: Obrigada, Juju! S2

Trata-se de uma história de amor sem igual, onde duas pessoas têm suas limitações e uma se torna a salvação da outra. Quer saber mais? Então vamos de sinopse, book trailer (não oficial) e resenha de "Como eu era antes de você", uma publicação da editora Intrínseca.


Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.




Louisa Clarck  ou Lou, como é conhecida  é uma garota de 26 anos, com uma vida comum e sem grandes perspectivas. Aos olhos de sua família, é vista sempre em segundo plano, ficando às sombras de sua irmã muito mais antenada e inteligente. Lou é acomodada com sua vida, tem um namorado que só pensa em si e que sequer a satisfaz. Aliás, ela acha isso tudo normal, pois é acostumada com a vida que tem. Porém, é quando ela perde o emprego do qual tanto gostava, que sua vida dá uma reviravolta, pois sua família passa um mal bocado, digamos assim, financeiramente... Então, no perrengue que se encontra, ela resolve trabalhar como cuidadora de um rico homem, vítima de um terrível acidente, tornado-se um tetraplégico.

Este homem se chama Will e tem apenas 33 anos, ou seja, uma vida toda pela frente. Porém, está preso à uma cadeira de rodas, o que faz se tornar um homem amargurado e sem esperanças. Afinal, antes do acidente, desfrutava da vida com sabedoria e alegria... Ele era um independente empresário, que tinha uma linda namorada e que gostava de praticar esportes radicais, tão como SEXO!!!
Validade: 19 de março de 2007
Fiquei olhando. Meio que ri, e meus olhos se encheram de lágrimas.
 Essa é a data...
 Data do acidente. Sim.  Ele olhou para o céu.  Ah, pelo amor de Deus, Clarck, não se comova. Era para ser engraçado.
 É engraçado. De um jeito horrível.
 Nathan vai gostar. Ah, não faça essa cara. Não é como se eu tivesse estragado meu corpo perfeito, certo? (Livro: Como eu era antes de você - Pág.190)

Lou passa a cuidar de Will, pensando inicialmente no dinheiro. Porém, com o tempo, ambos se afeiçoam, tornando-se o remédio um do outro. E neste meio tempo, Will mostra à ela que a vida pode ser muito mais do que aquilo que ela pensa que é, trancafiando-se em seus medos, não desfrutando dos prazeres da vida... Eles se apaixonam! Porém, Will, já havia feito um dilacerante pedido para sua família... Pedido este que deixou Lou (assim como todos), sem chão. Contudo, ela acha que pode fazê-lo mudar de ideia, e com isso, salvá-lo. .. E por um tempo determinado, se embrenha em mostrar à ele que, mesmo estando naquela situação, ele pode SIM levar os dias. No entanto, Will está mais do que decidido com sua devastadora decisão.
 Minha situação  não vai melhorar. A chance é piorar cada vez mais e minha vida, que já é limitada, vai ficar ainda mais. Os médicos disseram. Há várias coisas que estão me atingindo. Eu percebo. Não quero mais sentir dor, nem ficar enfiado nessa cadeira, nem depender de ninguém, nem ter medo.. Por isso, peço a você que,  se sente o que diz, me companhe. Fique comigo. Me dê o fim que desejo.
Olhei-o horrorizada, o sangue bombeando nos ouvidos. Mal conseguia entender.
 Como pode me pedir uma coisa dessas?
 Sei que é...
 Eu digo que amo você e que quero construir um futuro e você me pede para assistir ao seu suicídio?
 Desculpe. Não queria ser agressivo. Mas não disponho de luxo por muito tempo. 
(Livro: Como eu era antes de você - Pág.284)

Dilacerante!
Verossímil!
Devastador!

Este foi um livro que ficou cravado no meu coração, tamanha carga dramática que leva consigo.  E, ao final, deixou-me em pranto e dilacerada. Se gosto de enredos assim? Eu simplesmente AMO! Afinal de contas, não há nada que me encante mais do que um enredo que toque o meu âmago, coisa que este conseguiu com maestria. A autora conduziu a trama de forma magnífica, envolta numa narrativa entorpecedora e diálogos de quebrar até mesmo a mais dura alma. Todos os personagens (tanto os protagonistas quanto os antagonistas) são de suma importância, e levam consigo uma grande lição. Por fim, seu conteúdo, no geral, é uma linda história de vida e de como devemos prosseguir perante certas decisões. O final é devastador, algo que durante a leitura (e até mesmo na sinopse) eu já desconfiava, digno de um Oscar. Aliás, este é aquele tipo de enredo para leitores providos de coração... Com uma carga dramática em demasia, em alguns trechos, uma pegada sarcástica. Lembrando que a trama foi adaptada para as telonas e chega aqui no Brasil em Junho de 2016. \o/

O enredo é narrado em primeira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está perfeita, com fonte e espaçamentos na medida certa, envolta em papel pólen, ou seja, o amarelinho; a capa é linda, estampando uma Louise que  a meu ver  está buscando a tão almejada liberdade/felicidade. Para você que é fã de uma magnífico dramão, eis essa excelente pedida. \o Eu me tornei fã da Jojo e leria até mesmo a sua lista de compras. \o 


Livro: Com eu era antes de você
Autora: Jojo Moyes
Gênero: Romance/Drama
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 320

2 comentários

  1. Leio resenhas, e nunca me canso e ler nada relacionada a esse livro.
    Amo muito!
    O melhor livro de todos os tempos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Glauci!
      Um enredo sem igual... Sensacional! S2
      Volte sempre!

      Abraços literários

      Excluir