21 de out de 2014

Falando em: A Inacreditável Arte de Ser Um Capacho! (de Silvia Fernanda)

Eu já conhecia a autora e parte de suas obras pelo facebook. No entanto, nunca havia lido nenhum título dela  e, por muitas vezes, me deparei com suas postagens em um grupo fechado do qual participo, administrado pela autoraPois bem, há tempos conferindo suas postagens, já me sentia atraída com a forma que ela escreve  diga-se de passagem  muito bem. E este ano, devidamente na Bienal 2014, tive a oportunidade de conhecê-la pessoalmente. Aliás, ela é super atenciosa e alto astral. AMEI! S2 Então no último dia de evento, pude adquirir este livro, ou seja, "A Inacreditável Arte de Ser Um Capacho". Portanto, confiram a sinopse, teaser trailer que eu tive o prazer em editar e a resenha desta 'mais que envolvente' obra.



Sinopse: Desde a infância, Charlie e Amanda brigavam como cão e gato. O passatempo de ambos era criar pequenas vinganças um contra o outro, até que numa dessas vinganças, as coisas saíram um pouco de controle. E acabaram num alucinante encontro sexual. Charlie sempre acreditou que era apaixonado por uma mulher que estava fora do seu alcance, porém, após aquela noite, percebeu que nada sabia sobre o amor. Se apaixonar por aquela pequena peste que o atormentou por anos não estava em seus planos, nem a reviravolta que sua vida teria após o furacão chamado Amanda passar por ele.


Ps.: Vídeo editado por Simone Pesci

Simplesmente surpreendente!

E quando eu digo isso é porque nos últimos tempos li alguns livros do gênero  que a meu ver  não me agradaram. SIM, trata-se de um enredo HOT. E graças à  Silvia, este não é um enredo com o empresário rico e a garota submissa. Nada contra, mesmo porque eu também amo enredos à lá CEO, mas cá pra nós, já deu o que tinha que dar!

Depois do primeiro momento de choque, não deixou de notar que a encrenqueira era bem gostosa. Muito mais gostosa do que ele jamais poderia supor. Suas roupas sérias escondiam um tesouro. O olhar do rapaz se concentrou mais tempo do que deveria naquelas curvas.
A pergunta era: O que mais ele não sabia? Quer dizer, ele não reparava muito na prima. Pelo menos não daquele jeito. Amanda deveria fazer orgias com os nerds que a rodeavam e ele nem imaginaria. Agora ele entendia porque aqueles babacas beijavam o chão que ela pisava. (Livro: A Inacreditável Arte de Ser Um Capacho - Pág.31)

Estamos falando de dois primos — Amanda e Charlie , ambos geniosos, que desde a infância vivem feito cão-e-gato. Amanda é filha adotiva e apronta muitas peripécias com seu delicioso primo. Ele, por sua vez, sempre que pode revida suas provocações. A família toda vive atenta quando os dois estão lado a lado, pois a qualquer instante, quando ambos se encontram juntos, a bomba pode explodir. É nessa hora que reforço aquele velho ditado: "Os opostos se atraem e os dispostos se distraem." 
 A gente vai transar, Amanda.  decretou por fim  Não por vingança, mas porque nós dois queremos.
A menina engoliu em seco, mas logo se recompôs e retrucou:
 Quem lhe disse que eu quero? 
O rapaz não respondeu. Sentou sobre o colchão numa posição confortável. Ela não estava indignada, ou teria colocado ele para fora apenas com as palavras ásperas que tão bem sabia usar.
Paradoxalmente, Charlie esperava que ela o colocasse para fora, e ao mesmo  tempo esperava que ela não apenas aceitasse, como também curtisse o momento. Diante de seu silêncio, o jovem Bolivatto apenas pensou:
"Bem, quem cala consente!" 
(Livro: A Inacreditável Arte de Ser Um Capacho, Pág. 37/38)

Charlie era cobiçado por muitas mulheres, e no auge da sua juventude, usava (e abusava) de seu charme, conquistando-as, especialmente as mais velhas (das quais tanto gostava).  Expert no quesito 'transar', deixava qualquer mulher louca na cama. Até que resolveu se vingar de sua prima de uma maneira um tanto deliciosa, que não vou contar (vocês precisam ler). hahaha >>> Eu, particularmente, fique enlouquecida! E digo mais, como eu queria uma doce vingança como aquela. rs

Aliás, por causa desta vingança, ele caiu na real que o que nutria pela prima não era ódio e sim (ah, deixa pra lá - rs). Ela, por sua vez, já descobrira tal sentimento desde os 14 anos. Mas sabendo do histórico cafajeste do primo, sentiu-se acuada e com mais medo ainda de ir além. No entanto... (xapralá, vocês precisam ler) hehehe

O livro é narrado em terceira pessoa, com diálogos instigantes e sensuais, típico de dois jovens geniosos apaixonados. A escrita da Silvia é de fácil compreensão, e o enredo é muito bem construído. Aliás, a cada virar de página eu ansiava por mais... Queria saber o desfecho final deste casal que me ganhou (em todos os sentidos), pois eles são tão reais que me identifiquei com eles. E posso dizer, Charlie é apaixonante! S2 P.S: Estou 'In Love' com ele. \o rs

A capa do livro é assinada é linda e estampa perfeitamente a trama, condizendo com a proposta do enredo; a diagramação é simples, com um único detalhe acima (uma imagem que também condiz com o enredo); a obra carrega uma playlist fantástica, sendo uma das músicas do teaser trailer acima, e no início de cada capítulo são citados os trechos das canções. 

A Silvia me revelou (inbox, via facebook), que a obra não foi concebida como um livro, mas sim como um 'bônus'  e isto explica por que foi uma breve leitura. Por fim, pra você que curte um enredo HOT, muito bem escrito e instigante, eis essa excelente pedida! Eu mega indico! Parabéns Silvia, eu sou sua mais nova fã. \o E olha que só digo isso quando realmente gosto. hahaha


Livro: A Inacreditável Arte de Ser Um Capacho
Autora: Silvia Fernanda
Gênero: HOT
Editora: MODO
Ano: 2014
Páginas: 168

Nenhum comentário

Postar um comentário