26 de dez de 2014

[Falando em]: A Redenção de Gabriel — de Sylvain Reynard

Finalizar a leitura desta trilogia é algo um tanto difícil. Fico feliz e ao mesmo tempo dilacerada em não ter mais nada para ler sobre este casal, ou seja, o professor Gabriel e Julia.

Eu conheci essa trilogia através da minha amada amiga, a Juny Moura. E este, assim como os outros livros da trilogia, foram presentes dela. P.S: Agradeço os lindos presentes, Juju! S2 

Eu havia feito a resenha dos outros dois livros no meu blog antigo, que não mais existe  e assim como o antigo blog deletado, as resenhas também deixaram de existir. Agora confiram a sinopse, teaser trailer e resenha deste livro que fecha essa terceira trilogia que eu tanto amo, uma publicação da editora Sextante.


Sinopse: Depois do escândalo em que se viram envolvidos em Toronto, Gabriel e Julia se casaram e se mudaram para Massachusetts, onde ele dá aula na Universidade de Boston e Julia faz doutorado em Havard. Agora ela precisa provar que não vive à sombra do marido famoso. Mas parece que Gabriel não está pronto para ver a esposa caminhar com as próprias pernas. Além disso, as coisas entre eles não vão muito bem. Isso porque Gabriel está ansioso para ter um filho, mas Julia quer concluir o doutorado primeiro. Para ver realizado seu sonho de formar uma família, Gabriel terá que enfrentar fantasmas do passado. Será ela capaz de fazer isso? E será que a generosidade de Julia resistirá à ameaça de ver arruinada a carreira que ela tanto se esforçou para construir? "A Redenção de Gabriel" é o desfecho brilhante dessa trilogia que arrebatou leitores no mundo inteiro.



Este é o desfecho final de uma das trilogias que eu mais amo. S2 Eu avistei muitos comentários negativos, o que me leva a crer o quão as pessoas estão acostumadas a lerem conteúdos sem conteúdo, afinal, por mais uma vez pude conferir um texto muito bem escrito e envolvente, com cenas eróticas de perder o fôlego. Trata-se de um drama/sensual e não de um enredo HOT como foi divulgado desde os primórdios, quando seu primeiro volume foi lançado
  Quero plantar meu filho aqui.
As palavras dele ecoaram na clareira e Julia ficou petrificada.
  O quê?
  Quero ter um filho com você.
Ela prendeu a respiração.
  Tão cedo?
O polegar dele percorreu a sua pele.
Nunca sabemos quanto tempo nos resta.
Julia pensou em Grace, a mãe adotiva de Gabriel, e em sua própria mãe, Sharon. Ambas haviam morrido cedo, mas sob circunstâncias muito diferentes.
  Dante perdeu Beatriz quando ela tinha 24 anos   prosseguiu ele.   Perder você seria devastador.
Julia ergueu a mão para tocar a covinha no queixo dele.
  Nada dessa conversa mórbida. Não aqui, depois de celebrarmos a vida e o amor.  (Livro: A Redenção de Gabriel, Pág.16)

Neste desfecho final, temos Gabriel sendo ele mesmo, um homem que sofre com feridas do passado, e que devido os seus tormentos, continua errando e agindo como sempre, deixando sua amada Julia transtornada. No entanto, agora ela tornou-se uma mulher mais experiente: casada, formada, em busca de seus sonhos, querendo não viver às sombras  do marido, Julia tornou-se uma mulher decidida, ansiando concluir seu doutorado. Porém, Gabriel anseia em ser pai, e para isso, ela terá de se privar deste seu sonho tão almejado em continuar com seus estudos. 
Na verdade, ela sofre, pois também quer ser mãe (mesmo tendo medo deste desafio). Ela sabe que um filho curaria ambas feridas, ou seja, as feridas de Gabriel e as dela. Desta forma, dentre os percalços pelos quais passam, muitas coisas acontecem: algumas agradáveis, outras nem tanto.
Só uma dose. É tudo que preciso.
Gabriel pensou em Julianne, deitada em sua cama no andar de cima.  Ela dormia tranquilamente, sem saber dos demônios que o atormentavam. As mãos dele tremiam de desejo.
Ele se apressou em repassar na mente os doze passos dos Narcóticos Anônimos, concentrando-se no passo número dois.
Viemos acreditar que um Poder superior a nós mesmos poderia devolver-nos a sanidade.
Ajude-me Deus.
Por favor. (Livro: A Redenção de Gabriel, Pág.172)

Julia é uma guerreira, pois além de bondosa e paciente, conduz um dos momentos mais críticos de Gabriel, quando ele têm uma terrível recaída, ansiando por álcool e drogas, tão quanto em seu passado. Mas o AMOR opera milagres 
 e por mais uma vez Julia o salva.


  Jamais encontrarei a felicidade sem você.

  Você encontrou a paz sem mim   sussurrou.   Em Assis. Pode viver sem a minha presença. Nós dois sabemos disso.
Ele espalmou a mão sobre a barriga de Julia, seus dedos acariciando a pele nua da esposa.
  Como um homem pode viver sem o seu coração? (Livro: A Redenção de Gabriel - Pág.271)

DEUS! Como eu amo essa trilogia... S2

Eu me emocionei pacas e cheguei a perder o fôlego nos capítulos finais. E sem sombra de dúvidas indico estes livros para os 'apreciadores de um belíssimo e bem estruturado enredo'. Afinal de contas, nele podemos ter longas horas de um texto bem escrito (e traduzido), uma história com conteúdo do início ao fim, desde o primeiro ao último livro, com personagens entorpecentes e reais, que vivem seus tormentos e que, por fim, tornam-se a salvação um do outro.

A única coisa que me incomodou neste último livro, foi o trecho em que Júlia dá sua primeira palestra, pois foi tudo muito detalhado, chegando a deixar o texto insosso... Eu prefiro me lembrar da palestra do primeiro livro, onde há um embate  verbal e super instigante entre Julia e Gabriel. rs

O livro é narrado em terceira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão, sua capa condiz com o enredo e está bem  bonita. No entanto, eu ainda prefiro as capas dos dois primeiros livros, em especial a do primeiro livro; sua diagramação é simples,  porém, os capítulos não são divididos em páginas, algo que também me incomodou, pois eles são corriqueiros, inciando assim que termina um capítulo. Se estou Feliz? SIM! Estou muito feliz, pois não há nada melhor que concluir uma trilogia satisfeita com o resultado. Se estou triste? SIM! Já estou morta de saudades de Gabriel e Julia, e também de todos os outros personagens e cenários. Por fim, obrigada, Sylvain Reynard! S2 Você nos presenteou com um maravilhoso enredo. Desde o primeiro livro já me tornei sua eterna fã. \o E pra você eu também digo:   Eu leria até mesmo sua lista de compras.
  Eis que surge minha bem-aventurança...
P.S: Estou numa baita ressaca literária. Tenho dito!

Livro: A Redenção de Gabriel
Autor: Sylvain Reynard
Gênero: Ficção Canadense
Editora: Sextante
Ano: 2014 (no Brasil)
Páginas: 427

Nenhum comentário

Postar um comentário