16 de abr de 2016

[Falando em ]: Ponte de Cristal — de Thati Machado

Eu ganhei este livro de presente de aniversário da minha moréca, a portuguesa Susana Silva. P.S: Obrigada, Su! S2 Aliás, eu nunca li nada da autora Thati Machado, mas já adianto que gostei pacas do que li e afirmo: eu leria até mesmo a sua lista de compras. \o 

De início, pensei que se tratava de um enredo investigativo/suspense, pois não havia compreendido muito bem a sinopse e foi o que transpareceu  a meu ver  com a capa. Porém, ao decorrer da leitura, me dei conta de que se tratava de um romance investigativo com um "quê" distópico. Agora confiram a sinopse e resenha de "Ponte de Cristal", uma publicação da Laço Editorial


Sinopse: A renomada escritora Mia Prescott não imagina que a sua decisão de acertar contas com o passado causará uma reviravolta em sua vida e colocará à prova todas as suas certezas. Seu país, o Lar, precisará da sua ajuda ou sofrerá pelas mãos da mesma pessoa que arruinou seu verdadeiro eu. Vivendo na Capital, Mia não percebe que uma revolução está se aproximando e que ela é a única capaz de detê-la. Bom, ela e o homem a quem ela jurou se vingar. Ou talvez não seja ele... Quer dizer, em quem confiar? 


"Porque quando a ponte de cristal se quebrar, haverá de alguém guiar"







Contagiante!
Instigante!
Entorpecedor! 


Mia Prescott é uma famosa escritora. Ela tem uma vida estável, sempre ao lado dos amigos, Stevie e Rose (que é uma policial). Porém, apesar de todo reconhecimento como escritora e uma vida  digamos assim  boa, ela esconde dentro de si uma avassaladora raiva, que faz com que ela anseie por vingança. Afinal, no passado, mais especificamente na adolescência, foi vítima de um abuso sexual. Abuso este que foi consumado por Théo, aquele a quem ela entregou seu coração ou, pelo menos, assim pensava...
Naquele restaurante rústico com mesas espalhadas na calçada de uma rua tranquila, eu podia acreditar que levava uma vida normal. Apenas uma escritora famosa, almoçando com sua velha amiga em seu restaurante preferido. Um dia as coisas foram assim e poderiam continuar sendo, não fosse a necessidade de acertar contas com o passado. (Livro: Ponte de Cristal, Pág.11)
Tendo em mente consumar sua vingança, ela muda seu visual e segue para uma outra cidade, à procura do seu algoz, deixando até mesmo o seu grande amigo Stevie de lado, depois de uma tórrida noite de amor com ele. Assim que chega na cidade, se hospeda na casa de dona Adelaída, pois todos os hotéis/pousadas estão cheios. Porém, é exatamente neste lugar que ela se depara com aquele que odeia ou, pelo menos, assim pensava...
Eu estava me sentindo patética e vulnerável. Achei que o meu plano era ótimo e quando chego aqui percebo que ele já sabia de tudo e que estava a minha espera. Percebo ainda que ele não desperta toda a raiva de costume, pelo simples fato de que o seu olhar parece outro. Parece o olhar doce e carinhoso pelo qual eu me apaixonei, e não o olhar duro e violento que me enganou, me violentou e colocou a minha vida de cabeça para baixo. (Livro: Ponte de Cristal, Pág:27)
O que Mia não contava é que estava de frente com o irmão gêmeo idêntico de Théo, ou seja, Gael... Um irmão que ela sequer sabia da sua existência e que assim que ficou de cara com ele, tornou-se ainda mais aturdida, imaginando se estava enlouquecendo ou até mesmo se não seria o seu algoz que estava disfarçando-se. No entanto, ela conseguiu enxergar que não se tratava de Théo, o que a fez seguir com sua vingança, agora com ele como seu braço direito, pois SIM, Gael também anseia por vingança contra o irmão... E o motivo desta vingança vai sendo revelado em doses homeopáticas... Doses essas que deixa ambos ainda mais ligados, entregando-se à uma paixão.
 Esqueça essa noite, por favor  pedi, ainda sobre o seu corpo, lhe acariciando os braços.  Nós já perdemos muito tempo. Você precisa começar a me beijar agora se quiser compensar todos os anos em que estivemos separados  ele sorriu e eu não precisei pedir duas vezes. Seus lábios afagaram os meus e de repente nada mais importava. O beijo começou doce e suave e em poucos minutos se tornou feroz e selvagem. Nós havíamos perdido muito tempo, afinal de contas. (Livro: Ponte de Cristal, Pág.145)
Assim, ansiando por justiça e ao lado dos amigos, eles partem para um lugar chamado "Lar", onde há falsos socialistas e um terrível líder que almeja o poder, sendo este, Théo... Cometendo absurdos com as pessoas que vivem na capital, fazendo dos seus oponentes, especialmente Mia e Gael, membros da "Resistência", uma comunidade com outros ideais socialistas... Ideais estes plausíveis. Agora cesso os comentários para não soltar spoilers.

Essa leitura foi mais uma excelente surpresa da literatura nacional, pois, apesar de não ser o gênero que sou habituada ler, me prendeu do início ao fim, com uma trama instigante e muito bem amarrada, deixando-me inquieta para saber o que realmente estava acontecendo, algo que como eu já disse, vem em doses homeopáticas, fazendo grandes revelações e dando sentido a história. 

Eu me apaixonei por Stevie logo de cara, mas quando Gael entrou em cena, meu coração passou pertencer a ele. Gostei de Mia também, pois mostrou-se uma mulher como qualquer outra, que depois de um acontecimento terrível pelo qual passou, encontra forças dentro de si e, por fim, mostra sua força, procurando fazer justiça com as próprias mãos. Os personagens antagonistas tem importante participação na trama, alguns deles até destaque maior (o que eu amei), mostrando situações adversas tão como a certeza de um querer e poder. A autora conduziu a história muito bem, instigando a cada virar de página, e os capítulos finais veio em minha mente como uma cena de filme (aliás, eu amaria ver tudo isso nas telonas \o  hehehe). O final não fugiu do que eu já esperava, ainda assim, eu AMEI! S2

O livro é narrado em primeira pessoa, com diálogos e narrativa de fácil compreensão; a diagramação é simples, com fontes e espaçamentos na medida certa, envolta em papel pólen, ou seja, o amarelinho; e sua capa estampa a sombra de uma Mia em um de seus momentos na trama, com uma arma em mãos, lutando por justiça. Por fim, para que você que curte um enredo instigante e que te prende do início ao fim, eis uma excelente pedida. \o

Livro: Ponte de Cristal
Autora: Thati Machado
Gênero: Ficção/Investigativo/Distopia
Editora: Laço Editorial
Ano: 2014
Páginas: 314

6 comentários

  1. Que isso, hem?!?!? Já quero ler pra ontem :D Adoro livros em primeira pessoa. Me sinto a personagem hahahaha
    ótima resenha, Simone. :D

    bjooo,

    josy!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Josy (ou seria a Thainá?)! rsrs
      Então, eu prefiro também em primeira pessoa, pois me sinto mais próxima dos personagens. Mas não posso negar que em terceira pessoa é tão bom quanto, pois faz com que a trama seja mais explorada em narrativa, apresentando os cenários e todo o conjunto mais amplo. De qualquer forma, esse livro é uma excelente pedida. Eu curti pacas. \o

      Voltem sempre, morécas!!! S2

      Excluir
  2. Oi
    Ainda bem que gostaste do livro. Acertei no presente Obaaaaaaaaaa
    Eu amei o livro
    Gostei o "mau da fita" ... acho que fui a única kkkkk
    Ass. A moréca portuguesa Susana Silva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Su (sua linda),
      Eu AMEI o presente! \o Obrigadão!!! S2
      Jura que você curtiu o Théo? Ao contrário de você, eu me apaixonei pelo Gael. S2

      Beijossssssss

      Excluir
  3. Si que resenha.
    E que história. Confesso que fiquei balançada, alguns pontos citados por vc me fizeram querer ler a história, outros já me fazem pensar. Eu já li distopia, mas é um genero que tenho muitos problemas e acabo não gostando, então fico meio com o pé atrás.

    Mas já amei esse negócio de gêmeo, vingança, isso tudo é muitoooo a minha cara rs.

    Não li nada ainda dessa autora, o que é uma pena, parece ótima. Mas gente nossa literatura está cada vez melhor. Estou aqui com vários livros de autores que ainda não li e estou super ansiosa para conhecer.

    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Tão bom quando a história flui e a gente se diverte lendo, né? Assim que eu gosto de ler
    bjs

    ResponderExcluir