10 de mai de 2017

? Me Deixa Ser Indecisão ?

Não me pergunte muito o que eu quero da vida. Sim, quero amar e, quem sabe, me entregar, mas não peça para ser decidido quando o assunto for, literalmente, decidir.

Se perguntar se eu prefiro azul ou verde, sumo. É muito para a minha cabeça. Se eu precisar decidir entre as minhas comidas prediletas, demorarei horas. Fico com medo de errar. Se quiser que eu escolha entre Veneza e Paris, ficamos por aqui mesmo. Não me faça escolher, só me leve junto...

Não me peça decisões, me peça beijos. Me dê margem para sonhar. Me dê certezas que lhes dareis asas. Faça e crie inúmeras delas por aí, mas deixe que eu as enche de vida... Certezas são monocromáticas, dúvidas são coloridas. E eu nasci para aquarelar os pretos e brancos que existem.


[Texto de]: Frederico Elboni

Nenhum comentário

Postar um comentário