21 de mai de 2017

[Falando em]: O Trio — de Alane S. A. Brito

É com imensa alegria que trago essa resenha. A propósito, observadora que sou e visualizando algumas resenhas dos livros da autora, afirmo que sempre tive curiosidade de ler um texto dela. Eis que a Alane Brito me oferece parceria e envia essa lindeza de livro (P.S: Obrigada, Alane!). Agora confira o meu parecer de "O Trio", um enredo que me tocou de forma profunda, uma publicação da editora Novo Século  Selo Novos Talentos.


Sinopse: Davi achava que seus piores problemas seriam dividir o forte sentimento que ele e seus dois amigos, Nelson e Jordan, nutriam pela mesma menina e tentar tornar a conturbada vida de um deles menos sofrida. Até que ao completarem dezoito anos a pequena vila no meio do nada onde moravam é invadida por homens violentos. É quando começa o maior desafio de suas vidas... Davi e Nelson conseguem fugir com mais alguns e, após se deparar com o sofrimento do amigo, Davi sente-se obrigado a retornar ao palco do grande massacre para resgatar Jordan. Para levarem ajuda aos outros sobreviventes que estão aprisionados, os três terão que juntar forças com seus desafetos, a fazer difíceis escolhas, e acabam descobrindo que, no fundo de suas almas, guardam uma grande garra e coragem jamais experimentados por nenhum deles... Existem erros tão graves que jamais possam ser perdoados? Abriria mão de um verdadeiro amor por causa de uma grande amizade? Descubra nessa história que é uma grande lição de amor, amizade e perdão... 




"Porque o perdão pode evitar grandes tormentos"




Um enredo maravilhoso!

A história inicia com Davi Guerrato retornando após dez anos para Valentino Duarte, uma pequena vila no meio do nada  em Goiás , onde viveu até os dezoito anos. Atualmente ele está com vinte e oito anos, e esse retorno foi devido a um acordo que fez com o seu melhor amigo, Jordan. 
Mal acredito que estou de volta após tanto tempo. Os mais tristes episódios nem parecem que foram reais, que estive mesmo presente... Lembrar-me de cada detalhe e estar aqui novamente me dá a sensação de estar sendo transportado a um estado pleno de euforia. É estranho. É como entrar no cenário de um livro que me marcou. Quase nada mudou. A nossa árvore ainda está igualzinha, até os arbustos logo adiante. Parece que o tempo passou só pra mim. Sinceramente, pensei que alguém já tivesse andado por essas bandas, transformando tudo em pasto para gado, como vi em alguns trechos por onde passei no caminho. Parece que se isso tiver que acontecer, será permitido apenas depois de hoje... (Livro: O Trio, Páginas 17 e 18) 
E de frente a um rio, Davi se depara com um garoto. O menino o indaga sobre o motivo de estar por lá, pois é um desconhecido — e Davi começa a contar a história da sua vida: uma história adornada em uma verdadeira amizade. Porém, quando um dos amigos (no caso Jordan), é acusado por algo que não fez, todos da vila começam a apontar o dedo, acusando-o de tudo e enxergando-o com outros olhos. 


Jordan Merkel era o nome da pessoa mais forte que eu conheci. Desde os doze anos, chamavam-no de "leproso". Na verdade, muito do que aconteceu em Valentino Duarte girou em torno dele. É necessário que eu conte sobre os cinco incidentes que o imputaram uma má fama quase irrevogável. (Livro: O Trio, Pág.27)
Os três amigos se apaixonam por Yola, uma linda garota que cresceu ao lado deles. Eles acabam por fazer um acordo, onde quem conseguir conquistá-la, poderá desfrutar do seu amor. Porém, num dia qualquer, chega na vila Leonor Veiga, uma nova garota por quem Jordan se apaixonada e abre mão do acordo. Sendo assim, o acordo fica valendo para Davi, Nelson... e Nícolas, um garoto invejoso, que também cresceu ao lado de todos e odeia Jordan, acabando por apelidá-lo de "leproso". Leonor também se vê interessada por Jordan, mas devido as coisas que fica sabendo, é impedida de ter contato com ele.
Naquela tarde Jordan daria o primeiro passo, mesmo que involuntário, ao que seria o pior desastre na história da Vila Valentino Duarte. Esse foi o quinto incidente. (Livro: O Trio, Pág. 283)


Jordan é novamente acusado, agora por algo muito grave, o que acaba por colocar sua amizade com Davi e Nelson a prova, restringindo-o a solidão da casa do tio e destinando-o a uma catástrofe. A vila é invadida pelos "Selvagens", onde o líder anseia por vingança. Agora cesso os meus comentários para não soltar mais spoilers.

O que eu disse até agora é pouco: a sinopse revela um pouco mais da história, mas quem se enveredar nesse drama se surpreenderá. Trata-se de um enredo transposto em coração, onde a verdadeira amizade balança, porém não acaba. Eu me compadeci com Jordan, que apesar de não ser o protagonista, tornou-se o personagem principal, com seus defeitos e qualidades, além da sua exacerbada bondade. Assim são Davi e Nelson, garotos que lutam com unhas e dentes para estar ao lado do amigo injustiçado. No entanto, em devido momento, acabam duvidando do mesmo e afastando-se. 

O Trio é uma triste aventura permeada em ensinamentos, onde a amizade, a verdade, o julgamento injusto e o perdão fará o coração do leitor palpitar descompassado. Quem me conhece sabe que não curto enredos detalhistas, que tornam a leitura insossa. No entanto, a autora deu vida a um enredo MARAVILHOSO, onde a narrativa predomina sem ser cansativa, apresentando detalhes que toca o coração. A história é dividida em duas partes, sendo essas de tamanha criatividade e uma delicadeza de encher os olhos. Os personagens secundários são tão importantes quanto O Trio de amigos protagonistas, cada qual com suas qualidades e defeitos  e quando eu pensei que já tinha sacado tudo (algo que em partes aconteceu), vem a Alane e me dá um soco no estômago, apresentando uma nova e inesperada revelação, além da venerável lição. Se eu gostei?! NÃO, EU NÃO GOSTEI. EU MEGA, ULTRA, MAX AMEI! S2 E digo mais: "Eu leio até mesmo a lista de compras da Alane." o/ rs

O enredo é narrado em primeira pessoa, com diálogos e narrativa de fácil compreensão; a diagramação está com espaçamentos e fontes em bom tamanho, adornada em papel Pólen Soft (o amarelinho mais claro), e apresenta lindas ilustrações; a capa é bonita, estampando o cenário do enredo com três sombras, ou seja, Davi, Jordan e Nelson. Por fim, para quem curte um LINDO e ENVOLVENTE enredo, eis essa belíssima pedida. Agora, mais do que nunca, quero ler tudo da autora. o/


Livro: O Trio
Autora: Alane S. A. Brito
Gênero: Drama/Romance
Editora: Novo Século  Selo Novos Talentos
Ano: 2012
Páginas: 512

4 comentários

  1. Oi SIMONE! Fiquei curioso ao ler essa resenha, aliás, há algum tempo que pretendo ler um texto da autora, pois foi uma indicação de uma amiga. Quem sabe não começo por esse. Parabéns pelo blog! Adoro esse seu cantinho que vc cuida com tanto zelo. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que formalidade é essa, doutor? Pode chamar de "SI". hahaha
      Ad, leia esse. Tenho certeza que você vai amar. A Alane é uma magnífica escritora, quero ler tudo dela. o/ rs

      Abraçossss

      Excluir
  2. Simoneeee!!! Cheguei de viagem e dou de cara com essa resenha MARAVILHOSAAA!! Tantos elogios vindos de uma autora como você me deixou no chão, menina!! Não faz ideia do quanto fiquei lisonjeada!!! *o* Muuuuuuito obrigada!!!!!
    PS: Os outros dois já foram comprados, logo devem chegar em sua casa. <3 Medo agora de sua opinião. kkkkk Espero que eu não te decepcione.

    Beijossssss!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alaneeeeee... Sou a sua mais nova fã. o/
      Eu fiquei apaixonada por tudo e agora estou numa baita ressaca literária. Quando eu crescer quero escrever como você. rs
      Agora vou ficar ansiosa aguardando os outros livros. Agradeço pela confiança. Parabéns!!!

      Beijossssssss

      Excluir